O Deus rebaixado provoca a ordem

Atualizado: 13 de set. de 2021


Homilia do Pe. Françoá Costa, 21/08/2021, Paróquia Senhor Bom Jesus - Ceilândia - DF

Textos bíblicos do 21 DTC: Js 24,1-18; Sl 33; Ef 5,21-32; Jo 6,60-69

"Será que isso é pedra de tropeço, para vocês?! O que será quando vocês virem o Filho do Homem subindo para o lugar onde estava antes?" Ou seja, se os discípulos vão se assustar mais ainda pelo o que há de acontecer, que é a subida do senhor aos céus, então parece que aquilo pelo qual eles se assustam agora é o mistério do descenso, do rebaixamento, da humilhação. Repitamos o texto bíblico: “Isso é pedra de tropeço para vocês? Então imagina o que vai ser quando eu subir?" (Jo 6,61-62); logo, o que escandaliza realmente é a descida do senhor. De fato, o mistério do rebaixamento ficou muito bem apresentado nos últimos domingos ao lermos Jo 6: ele se fez carne para nossa salvação, mas, parece que não contente de já ter se rebaixado tanto, ele se faz pão para nossa alimentação.


Impressionante! O Deus imenso, eterno, incomensurável, infinito, que não cabe no universo, esse Deus todo-poderoso se rebaixa tanto a tal ponto de fazer-se homem para a nossa salvação, e, querendo humilhar-se mais, quis rebaixar-se a nível de pão (Jo 6). Diante de um tal rebaixamento de Deus, de uma humilhação tão grande, qual o problema de afirmar que a mulher tem que ser submissa ao marido? (Ef 5). Se o rebaixamento de Deus é tão grande que não somente se fez homem para nossa salvação, mas pão para nossa alimentação, parece evidente que, de fato, as mulheres devem ser submissas aos seus maridos. Quando a mulher anda com o nariz levantado o tempo todo, é orgulhosa, vaidosa, soberba, uma tal mulher não somente não serve para casar-se, mas, ao casar-se, separar-se-á logo.


Contudo não sobra apenas para as mulheres, pois o homem, segundo Ef 5, tem que amar a esposa como Cristo ama a igreja. Mas, como é que Cristo ama a igreja? Morrendo por ela na cruz. O homem, portanto, tem que morrer pela sua esposa. Pois bem, avaliem vocês: o que é mais: ser submissa ou morrer? Para quem ficou a pior parte? O marido, de fato, deve ser qual tapete macio para que a sua dama-esposa não machuque os seus pés e, além do mais, ande por cima dele com paz e segurança por esse mundo atribulado. A Escritura pede apenas que a mulher seja submissa, ao homem, porém que morra. É impressionante como a Escritura Santa nada tem a ver com o machismo nem com o feminismo. Trata-se da lógica do Deus que se fez carne, mais ainda: fez-se pão e se rebaixou.


Quando, na família, as pessoas são orgulhosas, vaidosas, soberbas, nariz levantado, as coisas bagunçam-se e tornam-se piores. Vejam o Universo: os planetas devem orbitar em torno do Sol. Deus criou o mundo com ordem e, na criação, pôs o ser humano para cuidar das outras coisas. Isso manifesta ordem, a ordem sagrada: Deus, o homem, o restante da criação.


Que bela é a ordem de Deus no universo: o Sol está no centro do sistema, os planetas devem girar em torno dele; por sua vez, o nosso sistema solar está integrado em um conjunto de outras estrelas, formando assim a nossa Via Láctea, a qual conecta-se com outras e, desta feita, tudo funciona ordenadamente. A ordem deve manifestar-se igualmente na nossa vida: quer passar em um concurso público? Vejamos: quer passar daqui a oito anos? Então estuda só uma hora por dia. Quer passar daqui a seis anos? Estuda duas horas por dia. Daqui a quatro anos? Dedique umas quatro horas por dia ao estudo. Daqui a dois anos? Então umas seis horas serão suficientes. Caso queira passar daqui a um ano, oito horas por dia podem ser perfeitas. Sendo assim, você deve ordenar todas as outras coisas em função desse seu objetivo. Ordem! A ordem nos guarda, mostra esplendor e beleza.


A estrutura da nossa vida também deveria manifestar essa ordem maravilhosa: as nossas paixões deveriam estar submetidas à nossa vontade; a nossa vontade, à nossa inteligência; esta, por sua vez, a Deus. Veja que beleza: Deus, inteligência, vontade, paixões; se essa fosse a ordenação da nossa vida, tudo funcionaria magníficamente bem. Na família também deve reinar a ordem estabelecida por Deus. Cada um deve ter a sua função: homem é homem, mulher é mulher. Seria, portanto, interessante que a mulher tenha as suas funções próprias, e que o homem tenha também as suas funções típicas de homem. Desta maneira, as cabecinhas das crianças não ficarão bagunçadas, elas saberão que papai é papai com determinadas características e que mamãe é mamãe com determinadas características. Ordem! Quando falta ordem, tudo fica bagunçado. Sendo assim, é lógico que as mulheres sejam submissas aos seus maridos, que os maridos morram por suas esposas. E, neste último caso, cada marido poderia ser um sacrifício constante para tornar a vida de sua esposa mais amena.


É tão bonita a ordem de Deus! Como a família é a célula principal da sociedade, quando a família bagunça, a sociedade entra no caos; o Brasil fica bagunçado; o mundo fica igualmente catótico. Recordemos o começo da criação, tudo era caótico. Deus, então, começou a ordenar todas as coisas: primeiro dia, segundo dia, terceiro dia etc. No sétimo ele descansou, isto é, há um dia para descansar. Tudo deve ser vivido ordenadamente. Inclusive o descanso está previsto por Deus.


Ao contrário, quando as pessoas não querem seguir a ordem estabelecida por Deus, tudo se precipita no caos. Josué, em Siquém, colocou o Povo de Israel diante de uma alternativa (Js 24): Vocês querem seguir os deuses estrangeiros, orgulhosos, vaidosos, que na verdade nada são, vazios… Isso é problema de vocês! No entanto, eu e minha casa serviremos ao senhor" (Js 24,15). Vamos traduzir essas palavras para os nossos tempos: se você quer seguir as ideias do mundo, com feminismos, machismos e tantas ideologias malditas e vazias, esses deuses que bagunçam e destroem tudo, o problema é seu! Você é livre! Todo mundo é livre pra fazer o que quiser! Ao contrário, “eu e minha casa serviremos ao senhor”. Esse versículo bíblico é para decorar: Js 24,15: “Eu e minha casa serviremos o senhor”.


O que dizer da quando escutamos a bela música? Acaso também ela não manifesta a beleza da ordem de Deus? Estabelece-se uma ordem, uma linha melódica, aquela coisa magnífica apreciada por ouvidos que sabem apreciar, por exemplo, algum dos movimentos na 9ª sinfonia de Beethoven. Vejam vocês: a ordem de Deus deveria estar presente em todas as coisas: na sua vida, na família, na sociedade. De fato, quando a anarquia reina numa sociedade, e eles conseguem fazer revoluções, começam várias ideologias malucas até conseguirem o que eles chamam de “sociedades sem classes”. Mentira! Não é uma sociedade sem classes! Analisem melhor e não sejam ingênuos: no fundo, aquilo que eles chamam sociedade sem classe, ficou nas mãos de algumas famílias poderosas que dominam todas as outras pessoas. Meus queridos, não esqueçam: família sempre foi sinal de poder! Atualmente o nosso mundo encontra-se nas mãos de umas quatrocentas famílias poderosas, as quais poderíamos até mencionar seus sobrenomes de algumas delas.


Vejamos: essa turma que domina tudo, no fundo não quer destruir a família natural, esses novos impérios elitistas querem destruir a sua família; eles não querem ideologia de gênero para a família deles, querem para a sua! Não sejam ingênuos! Eles querem destruir a sua família, não a deles, pois as famílias deles continuam a ter sobrenomes chiques e se perpetuando de geração em geração com nomes e sobrenomes que significa “poder”. Na verdade, eles gostam de família, mas querem a gente bagunce tudo e que reine anarquia, que aconteçam as chamadas sociedades sem classes, coisa verdadeiramente comunal e esquisita. Desta feita, algumas poucas famílias dominam, mandam em tudo; o mundo está nas mãos de alguns! Na verdade, a ordem de Deus é a melhor! E, no entanto, se vocês querem seguir esses deuses estranhos, essas ideologias malucas… o problema é de vocês. No entanto “eu e minha casa serviremos ao senhor” (Js 24,15).


Espero que no dia de hoje você pense na sua família, reze por ela e faça uma opção pela família. Lembrem-se: eles não querem destruir todas as famílias, mas a sua. Não permita! Família é algo maravilhoso e corresponde à ordem de Deus, a qual expulsa o orgulho, a vaidade, a soberba, e manda as mulheres serem submissas e os maridos morrem por suas espoas. Vejam como é bom tratar com pessoas humildes e simples; pelo contrário, é tão ruim conviver com pessoas soberbas e orgulhosas. As pessoas humildes são transparentes, descomplicadas, são elas mesmas. Essas pessoas complicadas e que querem complicar a sociedade são, frequentemente, intratáveis, arrogantes, mal educadas, intolerantes. Que difícil tratar com esse povo! Façam uma opção por Deus, pela sua Pátria e pela sua família! “Eu e minha casa serviremos o Senhor”. Como? Com a ordem de Deus, com os mandamentos de Deus, com a humildade da mulher que sabe exercer o seu papel na submissão, com a humildade do marido que sabe exercer o seu papel entregando-se, morrendo, sacrificando-se pela a sua família humildemente.


Que bela é a ordem estabelecida por Deus! Façamos uma opção: seguir Deus, sua ordem, sua beleza, seu esplendor! E, no entanto, se vocês quiserem seguir outras coisas, caóticas e luciferinas, o problema é de vocês: vão se dar mal e farão companhia a Satanás! Contudo não poderão dizer que eu não lhes avisei.


Posts recentes

Ver tudo

Homilia do Pe. Françoá Costa no dia 05/09/2021, Paróquia Senhor Bom Jesus -Ceilândia- DF. Texto bíblicos do 23 DTC: Is 35,4-7; Sl 145; Tg 2,1-5; Mc 7,31-37 Certo dia um grupo de monges estava escutand

Homilia do Pe. Françoá Costa, 29/08/21, Paróquia Senhor Bom Jesus -Ceilândia-DF Textos bíblicos do 22 DTC: Dt 4,1-8; Sl 14; Tg 1,17-27; Mc 7,1-23 Entre as crianças que nasceram no século IV, uma se de