Entenda o que são e como ganhar as indulgências


Quando nos confessamos são-nos perdoados todos os pecados, mas perdoada a culpa fica a pena, ou parte dela; logicamente não fica a pena eterna, que seria o inferno. Permanece a pena temporal, pela qual merecemos entrar num estado de purificação (purgatório). Para aqueles fiéis que se encontram nesse estado, a Igreja lhe ajuda com as indulgências.


As indulgências são aplicações dos méritos de Cristo e dos Santos para que sejam retiradas de nós ou daquelas almas a pena temporal merecida pelos pecados. Uma indulgência pode ser plenária, que retira toda a pena temporal merecida, ou parcial, que a retira só em parte.


Para ganhar uma indulgência plenária (somente uma cada dia) é necessário: 1) confessar-se (com uma só confissão é possível ganhar várias indulgências); 2) comungar no dia em que se realiza a obra com a qual se merece a indulgência plenária; 3) realizar a obra indulgenciada estando em estado de graça (sem nenhum pecado mortal desde a última confissão bem feita); 4) desapego de todos os pecados, inclusive dos veniais; 5) rezar nas intenções do Santo Padre, o Papa.


Em concreto, quanto à Obra indulgenciada, neste mês de novembro, concede-se indulgência plenária aplicável somente às almas do purgatório: 1º) aos fiéis que visitarem devotamente o cemitério, do dia 1º ao dia 8º de novembro, e rezarem pelos fiéis defuntos; 2º) aos fiéis que, no dia em que se celebra a Comemoração de Todos os Fiéis Defuntos (2 de novembro), visitarem piedosamente a igreja ou oratório. Nesta piedosa visita recita-se o Pai-Nosso e o Credo. Uma observação importante para esse ano de 2021 é que, devido à pandemia, as indulgências plenárias para os fiéis falecidos, foram prorrogadas para todo o mês de novembro. Neste caso a obra indulgenciada é rezar pelos fiéis defuntos em alguma igreja ou oratório.


(Pe. Françoá Costa)

P. S. Este texto pode ser difundido amplamente.

Posts recentes

Ver tudo

“Apascenta os meus cordeiros” (Jo 21,15), é o pedido de Jesus a São Pedro e aos seus sucessores, os bispos de Roma, ou seja, os papas. No que diz respeito a nós, devemos ser ovelhas dóceis, obedientes

Faça a Consagração da Escravidão a Jesus pelas mãos de Maria, segundo o métdo do Tratado da Verdadeira Devoção de Nossa Senhora, de São Luis Grignion de Montfort (1673-1716), com a turma da Paróquia S

Autodomínio e parusia Primeiro Domingo do Advento - C Leituras: Jr 33,14-16; Sl 24; 1 Ts 3,12-4,2; Lc 21,25-28.34-36 Santa Teresa de Jesus tinha um irmãozinho ao qual muito se afeiçoara, chamava-se Ro